A estratégia de marketing de uma empresa gira em torno de 4Ps – Produto, Preço, Local e Promoção. As empresas planejam uma estratégia misturando as quatro. O mais importante é o produto. Todo o incentivo e promoção de marketing serão desperdiçados se o produto não conseguir entregar. Para lançar o produto vencedor, as empresas precisam entender as necessidades e exigências dos clientes-alvo.

Classificação e estratégia de produtos

Tudo o que as empresas produzem para satisfazer necessidades e demandas particulares é chamado de produto. O produto é uma categoria ampla que varia de bens físicos, turismo a gerenciamento de uma celebridade.

Um produto pode ser classificado como composto por cinco níveis, conforme mostrado na figura abaixo: –

O principal benefício é o segmento subjacente que o produto está oferecendo. Por exemplo, o cliente está comprando energia pendular quando compra um carro. Os carros são equipados com assentos confortáveis, tampa do assento e cor desejada, convertendo um produto básico no produto básico. As empresas estão no negócio de fornecer valor aos produtos. No nível esperado, as empresas oferecem recursos de sistema de música, sistema de bloqueio infantil e controle de temperatura. Um produto aumentado oferece mais do que a expectativa do cliente, como rodas cromadas ou teto solar / lua. No entanto, o aumento aumenta o preço do produto e os clientes precisam pagar mais. Um produto aumentado é convertido em um esperado. No nível potencial, as empresas fornecem produtos considerando todo o aumento possível.

O produto em si é organizado em uma hierarquia, como família de necessidades, família de produtos, classe de produtos, linha de produtos, tipo de produto e item com base nas necessidades que ele atende. Outros produtos podem ser classificados quanto à durabilidade, tangibilidade e uso. A durabilidade compreende bens duráveis ​​e não duráveis. Os bens não duráveis ​​compreendem produtos como sabão e cerveja, que são de compra frequente e geralmente consumidos rapidamente. Esses produtos estão disponíveis em muitos locais e exigem mais alocação para publicidade. Bens duráveis ​​incluem TV, máquinas de lavar e sistema de música. Esses produtos requerem um toque mais pessoal para a venda, pois o cliente gostaria de entender todos os recursos e funções. Os produtos intangíveis estão na forma de serviços, como corte de cabelo e conserto de automóveis.

O uso do produto divide o produto em bens industriais e bens de consumo. Bens de conveniência são bens de consumo, que podem ser comprados pelo cliente sem muito barulho, por exemplo, sabonetes, cerveja e jornais. Bens de compras são tipos de bens de consumo nos quais o cliente compara características com outros produtos da mesma categoria com base no preço, qualidade e aparência, por exemplo, roupas, móveis e carros usados. Bens especiais são tipos de bens de consumo nos quais os consumidores precisam fazer esforços extras para comprá-los, por exemplo, iate ou carro de luxo. Bens não procurados são bens de consumo, que não fazem parte da vida cotidiana e rotineira, por exemplo, detectores de fumaça e lotes de cemitérios.

Os bens industriais podem ainda ser classificados em bens de capital e fornecimento regular de negócios. Bens de capital são tipos de bens industriais, necessários para a produção de produtos finais, por exemplo, instalações e máquinas. Os bens comerciais são tipos de bens industriais, necessários para o funcionamento diário e em ocasiões especiais, como material de escritório, lubrificantes e peças de reposição.

Estratégia de Branding

Outro aspecto importante da estratégia de produto é o branding. Branding é o processo de dar identidade e imagem ao produto, de modo a criar uma impressão na mente do consumidor. A marca é um processo longo que envolve muitos investimentos em termos de dinheiro e tempo da empresa. A construção da identidade da marca envolve a criação de nome, símbolo e logotipo para o produto. A marca envolve o desenvolvimento de estratégias para criar um ponto de diferenciação dos concorrentes, bem como um ponto de semelhança com a classe do produto. A marca que atinge um alto nível de conscientização e desfruta da lealdade do cliente desenvolve o valor da marca. A embalagem dos produtos também faz parte da estratégia de marca.

Criar uma estratégia única de identidade e marca do produto é importante na formulação do sucesso da empresa. A decisão de compra do cliente será baseada em uma atraente estratégia de produto e marca.